6 dicas para melhorar a qualidade do seu sono

0
207
Como dormir melhor

Noites mal dormidas podem prejudicar o rendimento nos treinos e a produtividade no trabalho. Veja como dormir melhor

Quantas horas por noite você costuma dormir? Se respondeu 5 ou 6, é melhor começar a repensar seus hábitos de sono. É claro que o tempo de descanso ideal varia de pessoa para pessoa, mas especialistas indicam entre 7 e 8 horas. “Uma noite mal dormida pode provocar dor de cabeça e falta de concentração no dia seguinte. Em longo prazo, uma privação mais séria pode desencadear depressão e obesidade”, alerta a médica endocrinologista Claudia Chang.

Se você sente que precisa dormir mais e melhor durante a semana, saiba que não está sozinho. De acordo com a especialista, cerca de 40% dos jovens adultos têm durações de sono insuficientes para recarregar as energias — e ter motivação no dia seguinte.

Mas como dormir melhor? “Primeiramente, o ambiente deve ser propício. Dispositivos eletrônicos precisam ser desligados pelo menos uma hora antes de deitar”, explica o médico otorrinolaringologista Danilo Sguillar, diretor da Associação Brasileira de Medicina do Sono (ABMS). Claudia dá mais algumas dicas:

Como dormir melhor

1 – Se estiver calor:

“Use roupas leves e frescas, e opte por lençóis de algodão e linho no lugar dos sintéticos, que esquentam mais”;

2 – Facilite a circulação de ar:

“Deixe o quarto arejado durante o dia, e, se possível, uma brecha na janela à noite”;

3 – Água na hora certa

Beba bastante líquido durante o dia. Mas diminua o consumo depois do jantar. “Tomar água antes de dormir pode fazer com que você precise levantar para fazer xixi, atrapalhando o sono”;

4 – Faça refeições leves à noite

“Digerir comidas pesadas nesse horário pode atrapalhar o sono”;

5 – Nada de café e estimulantes

Bebidas energéticas devem ser evitadas depois das 16 horas. “A cafeína tem duração de cerca de quatro horas no organismo”;

6 – Exercícios antes de dormir

Tem gente que precisa evitar a prática de atividades físicas à noite porque elas aumentam a agitação. “A produção de adrenalina e cortisol segue uma tendência contrária ao fluxo noturno do organismo”, diz a médica. Preste atenção se esse é o seu caso.