Afinal, bicicleta deixa as pernas mais grossas ou mais finas?

Respondemos essa dúvida de uma vez por todas

0
1056
bicicleta deixa as pernas mais grossas ou mais finas

É só começar a digitar no Google “bicicleta deixa as pernas…” que a plataforma preenche automaticamente a frase com “…mais grossas?” “…mais torneadas?” e “…mais finas?“, mostrando que essa é uma dúvida muito comum. Muitas pessoas, quer queiram ganhar massa muscular ou perder medidas nos membros inferiores, temem começar as aulas de bike indoor e conquistar o resultado oposto do que procuram. Por isso, questionamos Camila Belluomine, profissional de educação física da Bio Ritmo, para tirar essa dúvida.

Respondendo de uma vez

Nenhum dos dois! “A impressão que dá quando fazemos regularmente as aulas é que a bicicleta deixa as pernas mais grossas, mas isso não ocorre. Na verdade, o que acontece é uma substituição da gordura por tônus muscular. Ou seja, definição muscular”, esclarece Camila.

Explicando melhor, isso significa mudar a proporção de gordura e músculo no corpo ao mesmo tempo, diminuindo o primeiro e aumentando o segundo, de maneira que o tamanho não vai mudar, mas sim sua composição corporal. Com isso, você nota uma aparência mais firme, já que os músculos estão mais definidos e sem uma camada de gordura em cima para esconder seu formato.

“As aulas de bike atuam na melhora do sistema cardiorrespiratório, redução da gordura corporal e definição muscular nos membros inferiores.” E isso vai, principalmente, aumentar sua resistência. Na prática, isso significa cansar muito menos ao caminhar no dia a dia ou mesmo ao fazer atividades físicas mais pesadas como a corrida ou musculação.

Músculos trabalhados na bicicleta

No exercício, você utiliza principalmente os músculos quadríceps (parte frontal da coxa) para empurrar os pedais para baixo. Além dos isquiotibiais (parte posterior das coxas) e um trabalho significativo dos músculos das nádegas, o glúteo máximo, para produzir a força para impulsionar os pedais.

Mas diferentemente do que você pode pensar, andar de bicicleta não usa apenas os músculos das pernas. Aqueles em seu abdômen e costas precisam trabalhar para manter a parte superior do corpo estável. Todos esses músculos ficarão mais fortes quando você faz treinos regulares de bicicleta — mas lembre-se: “forte” é diferente de “grande”.

Mas e as “pernas de ciclista”?

Se você já viu qualquer competição de bike profissional, você deve ter reparado que os atletas realmente possuem, sim, coxas mais grossas. Mas isso acontece porque esses atletas praticam um treino multidisciplinar que inclui também musculação para aumentar essa região e deixá-la mais forte para a competição. “Para aumentar o tamanho das coxas, o treino de musculação com ênfase em hipertrofia (crescimento muscular) é o mais indicado”, diz Camila.

E sim, se você pedalar mais de 20 horas por semana — incluindo muitas subidas em ladeiras, em que você precisa colocar ainda mais força nos membros inferiores –, suas pernas até podem ficar mais fortes, mas o aumento muscular no treino de bicicleta equivale a um terço do aumento que você obtém com o treinamento de força na academia, que por si só já é consideravelmente difícil de conquistar.

Existe também a questão de quanto você está comendo: com a quantidade de proteína de alta qualidade que você precisa consumir para construir músculos, engrossar as pernas com certeza não é algo fácil de fazer involuntariamente. A menos que você também introduza um aumento grande na ingestão geral de alimentos, em particular na proteína, é improvável que você veja qualquer diferença significativa no que diz respeito à massa dos músculos.

Por que fazer treinos de bicicleta?

É claro, os benefícios para seu sistema respiratório e vascular (evitando condições como infartos) e uma aparência mais definida são grandes atrativos, mas, mesmo que a mudança de tamanho não seja alcançada, o ciclismo certamente lhe dará mais energia e melhorará a saúde geral, além de regular os hormônios, aumentando os de bem-estar e diminuindo os de stress.

E, se você realmente acabar pedalando com frequência e intensidade o suficiente para mudar o formato de suas pernas, você obviamente encontrou algo pelo qual é apaixonado!