Treinar no frio queima mais calorias, sabia?

0
244
treinar no frio queima mais calorias
Continue motivado no inverno!

Sim, sabemos que dá muita preguiça só de pensar em fazer exercícios físicos quando as temperaturas caem. A vontade de ficar embaixo das cobertas assistindo a um filme na TV é maior do que qualquer coisa. Mas há um belo motivo para que você continue motivado no inverno: sabia que treinar no frio queima mais calorias

Por que treinar no frio queima mais calorias?

Isso acontece porque possuímos um mecanismo de termorregulação para manter a temperatura interna entre 36 e 37 graus. “No frio, o corpo precisa aumentar seu metabolismo e a produção de calor para conseguir equilibrar com os ambientes mais frios”, explica o Dr. Fabrício Buzatto, médico do esporte membro da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE).

Além disso, por não suarmos tanto nem sentirmos calor, a sensação de cansaço é menor e conseguimos fazer treinos mais intensos — o que também colabora com o gasto calórico. Porém, o maior gasto de energia também faz com que a gente sinta mais fome. É preciso ter cuidado com as pizzas, os queijos, os vinhos…

Principais cuidados ao treinar no frio

Aquecimento

No frio, nossos vasos sanguíneos sofrem uma vasoconstrição, ou seja, o calibre deles fica menor. Assim, a circulação sanguínea fica direcionada para os ambientes de maior importância, como nossos órgãos principais e a parte central do corpo. Por isso as partes periféricas, mãos e pés, tendem a ficar mais frias.

Dessa forma, os aquecimentos tornam-se ainda mais essenciais, inclusive é interessante fazê-los antes de se alongar, para trazer calor aos músculos e ter maior segurança. “No caso de corredores, em ambientes frios é até indicado que eles façam uma corrida de ritmo primeiro, para se aquecerem, depois alonguem e aí, sim, iniciem o treino propriamente dito”, conta Lucas Florêncio, gerente técnico da Bio. .

Hidratação 

Quando se fala em treinar no calor, muito se ouve sobre o perigo da desidratação e a importância de beber água. Com o suor excessivo, é mais fácil observarmos essa questão quando as temperaturas estão altas. “Já em ambientes gelados, fica mais difícil percebermos, mas a desidratação acontece da mesma maneira, pela eliminação do calor por meio do suor”, esclarece Lucas.

Ainda de acordo com o ele, dependendo do nível de desidratação, o desempenho do treino pode ser comprometido. Portanto, hidrate-se sempre!

Roupas adequadas

É sempre importante usar roupas confortáveis ao praticar exercícios físicos, mas, no inverno, é importante que elas sejam preparadas para o frio. Exemplos: jaquetas corta vento — que são mais leves e não “prendem” os movimentos —, calças legging e calças esportivas próprias para treino.

O importante é que as roupas ajudem no processo de termorregulação corporal, já citado acima.

Qual o melhor horário para treinar no frio?

Não existe um horário específico, mas, caso você tenha disponibilidade, é interessante escolher um horário em que a temperatura esteja mais alta (verificando a máxima e a mínima do dia antes de ir treinar). Assim, você treinará de maneira mais confortável.