Relação entre sono e alimentação: por que dormir mal dá mais fome?

0
205
dormir mal dá mais fome

Já teve uma péssima noite de sono e passou o dia com vontade de comer todos os tipos de comidas calóricas — e nada saudáveis — existentes? Pois saiba que essa sensação é genuína e embasada pela ciência: sim, dormir mal dá mais fome

Isso acontece porque, quando o corpo é privado do sono, o cérebro “pede” por alimentos mais calóricos, como forma de te manter acordado. E, de acordo com novas pesquisas, até seu nariz pode ser um dos grandes culpados…

Por que dormir mal dá mais fome?

De acordo com um estudo recente realizado pela Universidade de Leeds, na Inglaterra, para o documentário “The Truth about Sleep (‘A Verdade sobre o Sono’, em tradução livre)”, da BBC, dormir pouco altera seus hormônios do apetite e te deixa com mais fome — e com menos chances de sentir saciado.

Os pesquisadores descobriram, ainda, que algumas partes do cérebro relacionadas à sensação de recompensa também ficam mais ativas quando você não descansa o suficiente. Desta forma, a motivação para procurar por comida aumenta.

Além do peso: uma questão de saúde

E tem mais: “se você está acordado quando não deveria estar, produz mais hormônios do estresse, o cortisol, que pode influenciar seu nível de glicose no dia seguinte”, explicou a Drª Eleanor Scott, autora principal do estudo. 

Ela também notou que há diversas evidências de grandes pesquisas que mostram que as pessoas que dormem menos de sete horas por noite têm uma tendência maior de desenvolver obesidade e diabetes 2.

Como a pesquisa foi feita

Para realizar a pesquisa e descobrir por que dormir mal dá mais fome, os pesquisadores recrutaram um grupo de voluntários saudáveis e monitoraram suas atividades e sua glicose a cada cinco minutos, para entender o que acontecia com o nível de açúcar em seus sangues.

Depois, os participantes dormiram normalmente por duas noites. Na noite seguinte, foram dormir três horas mais tarde do que o normal e, em seguida, passaram duas noites dormindo o quanto quisessem.

O resultado? Os níveis de açúcar no sangue dos voluntários subiu nos dias em que dormiram menos, e todos disseram sentir muita fome. 

O aumento foi significativo, mostrando que alguns participantes — até então, saudáveis — entraram na área de risco para diabetes do tipo 2. Esse problema, no entanto, melhorou após algumas boas noites de sono.

Nariz: um dos vilões do peso e da saúde?

É isso mesmo, seu sistema olfativo, junto à privação de sono, pode ser um dos vilões do seu peso e da sua saude. 

Isso porque, de acordo com uma outra pesquisa recente, existe mais atividade na região do córtex piriforme, a área do cérebro que recebe informações do nariz, quando o sono é privado. Durante o estudo, os voluntários — homens e mulheres entre 18 e 40 anos — comeram mais alimentos calóricos, como biscoitos de chocolate, batata frita e rosquinhas, depois de noites mal dormidas.

“Pesquisas anteriores mostraram que a privação do sono leva a mudanças no tipo de alimento que as pessoas comem. E que problemas crônicos de sono estão ligados à obesidade”, disse  Thorsten Kahnt, autor do estudo e professor-assistente de neurologia da Northwestern University Feinberg. “A principal descoberta do nosso estudo é que essa relação, pelo menos em parte, pode ser explicada por mudanças na maneira como o cérebro responde aos odores dos alimentos quando estamos com sono”.

O estudo mostra que é possível que isso tenha relação ao sistema endocanabinóide, que regula a maneira como outros sistemas funcionam. “Certas funções endocanabinóides são aprimoradas quando as pessoas são privadas de sono”, disse Kahnt. “E isso está relacionado às mudanças na ingestão de alimentos e como o cérebro processa os odores quando cansado”.

Este estudo em específico tem limitações, no entanto, já que sua amostra foi pequena, de apenas 29 participantes, que tiveram apenas uma noite de sono encurtada. O Dr. Kahnt disse, porém, que a grande quantidade de pesquisas relacionando a privação do sono a más escolhas alimentares deveria ser suficiente para convencer alguém a prestar mais atenção em seus hábitos de sono.

Se você tem problemas para dormir, sabia que o Yoga pode ajudar a melhor a qualidade do seu sono? Na Bio, temos aulas de Yoga | Meditação, que, além disso, visam alinhamento postural e autoconhecimento, proporcionando bem estar-físico e mental. A meditação guiada ainda diminui o stress e aumenta a imunidade. Marque já sua aula clicando aqui