Por que você deveria parar de beber refrigerante

0
996
malefícios do refrigerante

Se você é fã de refrigerantes, já deve saber que eles não são exatamente um exemplo de bebida saudável. Mas será que você realmente conhece os malefícios do refrigerante para seu organismo?

Se o primeiro que vem à sua cabeça é a alta quantidade de açúcar, você acertou. Ele impacta de forma direta na glicemia, causando hiperglicemia e desequilibrando a liberação de insulina. Porém, o açúcar sozinho não é o grande vilão da bebida, já que atualmente existem versões sem adição da substância. 

“Um dos grandes problemas dos refrigerantes são os aditivos químicos, os corantes e os aromatizantes artificiais”, explica Fúlvia Hazarabedian, nutricionista e head da plataforma de nutrição Bio Nutri

Os malefícios do refrigerante 

1 – Ganho de peso

Como já comentamos acima, o refrigerante possui alta concentração de açúcar. Para se ter ideia do quanto, em uma lata há cerca de dez colheres de sopa da substância, o que por si só já ajuda no ganho de peso.

Porém, quando nossos níveis de açúcar no sangue sobem muito rapidamente — como após tomar uma lata da bebida —, temos tendência a sentir mais fome, o que nos leva a comer mais.

2 – Contribui para o envelhecimento precoce

Um estudo publicado no American Journal of Public Health mostrou que o hábito de tomar refrigerante rouba, em média, dois anos de vida das células do nosso sistema imunológico.

Para chegar a esta conclusão, a doutora Elissa Epel, da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, estudou os telômeros, estruturas existentes nas “pontas” dos cromossomos. Sua função principal é impedir o desgaste do material genético. Telômeros mais longos protegem o organismo de doenças cardiovasculares e, em muitos casos, oferecem uma vida mais longa.

A pesquisadora e sua equipe, ao analisarem dados de 5.300 adultos americanos, de 20 a 65 anos, sem histórico de diabetes e/ou doenças cardiovasculares, descobriram que as pessoas que bebiam mais refrigerantes (comuns, excluindo os diets e zero açúcar) tendiam a ter telômeros mais curtos. 

“A dose extremamente alta de açúcar que colocamos de uma vez em nosso organismo, em questão de segundos, é tóxica ao metabolismo”, disse Epel.

3 – Aumenta o risco de ter câncer

Quando ingerimos grandes quantidades de açúcar, ativamos um processo inflamatório constante em nossas células, que pode facilitar o desenvolvimento de tumores, de acordo com um estudo da União Nacional das Instituições de Ensino Superior Privadas (Uniesp).

Além disso, a alta quantidade de açúcar também contribui para a obesidade, que é um dos fatores de risco para o câncer, de acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca)

4 – Danifica os dentes

Tanto o açúcar quanto os ácidos presentes na composição da maioria dos refrigerantes pode causar desgastes na camada protetora dos dentes, resultando em sensibilidade, gengivite e cáries.

5 – Aumenta a pressão arterial 

Por conta do excesso de sódio e açúcar, os refrigerantes podem causar um aumento gradual da pressão arterial. 

Um estudo realizado pela Universidade Johns Hopkins (Estados Unidos) e publicado no periódico Circulation mostrou que o nível elevado de açúcar e o sódio presentes nessas bebidas aparentemente prejudica o tônus das veias sanguíneas, o que desequilibra os níveis de sal no organismo e resulta em alterações na pressão.

6 – Causa pedra nos rins

O sódio presente nos refrigerantes provoca aumento na excreção cálcio pela urina, o que resulta no acúmulo de pequenos cristais nos rins que podem levar à formação de  cálculos renais.

De acordo com um estudo publicado no periódico Clinical Journal of the American Society of Nephrology, o consumo de refrigerante pode aumentar de 23% a 33% os riscos de formação de pedras no rim.