Dormir muito faz tão mal para a saúde quanto dormir pouco

0
529
dormir muito faz tão mal para a saúde quanto dormir pouco
Está na hora de desativar a função "soneca" do seu celular...

Se você ama passar horas na cama e adora a função “soneca” do celular, cuidado: dormir muito faz tão mal para a saúde quanto dormir pouco, de acordo com um novo estudo apresentado na conferência anual do American College of Cardiology.

Os resultados mostraram que as pessoas que dormem de seis a sete horas por noite correm menos risco de morrer de ataque cardíaco ou derrame em comparação com aquelas que dormem menos ou mais. 

E não para por aí: essa tendência permaneceu verdadeira mesmo depois de serem levadas em consideração outras condições ou fatores de risco já conhecidos para estas doenças.

Como a pesquisa foi feita

Para chegar a essa conclusão, os cientistas observaram 14 mil participantes da Pesquisa Nacional de Exame de Saúde e Nutrição, que coleta uma grande variedade de comportamentos, incluindo dieta, exercícios, fumo, sono e diagnósticos médicos.

Os voluntários, então, foram acompanhados durante sete anos. Aqueles que sofreram um ataque cardíaco, derrame ou tiveram insuficiência cardíaca durante esse período foram avaliados quanto aos fatores de risco, incluindo os níveis de proteína C reativa (PCR), um marcador inflamatório que indica doenças cardíacas. Eles também receberam uma pontuação de risco de aterosclerose, levando em consideração fatores como idade, raça, pressão arterial, sexo e níveis de colesterol — que ajudam na previsão de problemas cardíacos.

Os pesquisadores descobriram que havia uma relação não linear com a duração do sono: aqueles que dormiam menos de seis horas corriam um risco maior de ter asterosclerose, mas o risco também era elevado para aqueles que dormiam mais de sete horas todas as noites. Aparentemente, o ponto ideal ficou entre cerca de seis a sete horas entre aqueles que apresentavam o menor risco de desenvolver a doença.

Qualidade do sono é mais importante do que quantidade

É sempre importante lembrar, no entanto, que a qualidade do sono é o mais importante. Por aqui, já contamos que dormir mal também acaba fazendo com que você ganhe uns quilinhos extra! Por isso, o recomendado pelos especialistas é criar hábitos que ajudem nisso, como deixar o celular de lado quando for para a cama e estipular um mesmo horário para dormir todos os dias, por exemplo.

E se você tem problemas para dormir, sabia que o Yoga pode ajudar a melhor a qualidade do seu sono? Na Bio, temos aulas de Yoga | Meditação, que, além disso, visam alinhamento postural e autoconhecimento, proporcionando bem estar-físico e mental. A meditação guiada ainda diminui o stress e aumenta a imunidade. Marque já sua aula clicando aqui