Variações de agachamento para seu treino

0
518
variações de agachamento

Especialista indica suas 4 variações de agachamento preferidas

Que ele é um dos queridinhos na academia (ou nas sessões em casa), você já sabe. Afinal, este exercício trabalha muito bem o quadríceps (músculo da parte da frente da coxa), os adutores (região interna) e os glúteos. Adotá-lo nos treinos pode ser tão benéfico que muita gente não fica em um só e aposta nas diferentes variações de agachamento.

As vantagens do movimento incluem hipertrofia, fortalecimento da região e melhora da postura. Mas não param por aí. “Também podemos incluir um maior gasto calórico quando comparado a outros exercícios de força”, diz Thiago Moreira, especialista em fisiologia do exercício e gerente de departamento técnico do grupo Bio Ritmo.

Já está sem ideias de variações de agachamento para fazer? O treinador recomenda quatro. Mas lembre-se: procure sempre um profissional de educação física antes de testar qualquer movimento novo!

Variações de agachamento

1 – Sumô

Ele lembra bastante o convencional, mas as pernas ficam um pouco mais afastadas e os pés apontados para fora. Essas diferenças enfatizam os músculos adutores da coxa e permitem que haja mais amplitude de movimento (você agacha com mais profundidade), o que potencializa o esforço.

2 – Afundo

Nele, um pé fica na frente do outro, e você desce até formar ângulos de 90°com os dois joelhos. “Por ser feito de forma unilateral — ou seja, exige de um lado de cada vez —, intensifica o trabalho”, afirma Thiago.

3 – Búlgaro

Realizado da mesma forma que o afundo, só que o pé de trás fica em cima de um step ou degrau. “Dessa forma, o peso do corpo fica todo concentrado na perna da frente.”

4 – Frontal

Você agacha com a barra apoiada no peito, e não nos ombros. “Isso ativa a região lombar para que você consiga manter melhor a postura”, explica o especialista.